terça-feira, 13 de setembro de 2016

Doce de Amoras Silvestres


Este doce é excelente devido as amoras serem ricas em sabor e de cor bastante carregada. A receita deste doce prima pela simplicidade que caracteriza este fruto que nasce espontaneamente nos campos. Com apenas três ingredientes faz-se um maravilho Doce de Amoras Silvestres.


Receita da Colheita: AMORAS SILVESTRES
Colheita:
 • A colheita de Amoras Silvestres foi realizada em Trás-os-Montes num maravilhoso fim-de-semana de Setembro. Relembrando os tempos de criança em que se perdia as tardes de Verão a colher este tipo de amoras ou a come-las diretamente das silvas (amoreira-silvestre). As amoras silvestres são o fruto de arbustos (amoreira silvestre) que vulgarmente são chamadas de silvas (em Trás-os-Montes).
Colheita de Amoras Silvestres
(Trás-os-Montes)

Ingredientes:
 • 750 g de Amoras Silvestres
 • 500 g de Açúcar
 • Casca de Limão


Procedimentos:
1. Lavar as amoras muito bem;
2. Colocar as amoras, o açúcar e a casca de limão num tacho.

3. Deixar o conteúdo anterior ferver em lume brando;

4. Verificar a consistência do doce (Ponto Estrada), este doce demorou 50 minutos a atingi-lo. Nesta fase retirar a casca de limão;

5. O doce pode ficar com as amoras inteiras. Ou, passar o doce com a varinha mágica. (Este doce foi passado com a varinha mágica grosseiramente)

6. Colocar o doce em frascos previamente esterilizados, para preservar o doce por mais tempo. Também pode ser utilizado para enriquecer sobremesas;

Aqui fica uma sugestão para uma sobremesa: Panna Cotta com Doce de Amoras Silvestres

2 comentários:

  1. A casca do limão fica?
    Ou se retira ao final do cozimento?

    Parabéns pelo sítio.

    ResponderEliminar
  2. A casca é retirada no final do cozimento. Muito obrigado pela sua atenção, vou atualizar.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...