sábado, 17 de setembro de 2016

Colheitas de Hortaliças em Trás-os-Montes

   Aproveitando um belo fim-de-semana de Setembro para regressar as origens trasmontanas, serviu para realizar algumas colheitas nas hortas dos meus pais. É um privilégio muito grande poder usufruir diretamente destas hortaliças orgânicas e cuidadas com muito carinho e dedicação. Passados dois meses do Especial Férias: Hortas e Hortaliças em Trás-os-Montes aqui está algumas das colheitas que consegui realizar durante este fim-de-semana, 10 e 11 de Setembro de 2016.


ALHO-FRANCÊS
Este tipo de Alho-Francês é da mesma variedade do Alho-Francês que cultivei este ano no Kit de sementeira e que posteriormente foi transplantado para a Mini-Horta Móvel no Terraço . Mas como é possível observar aqui desenvolveram-se melhor. Foi colhido o Alho-Francês mais vigoroso com 4 meses após a sementeira;
Colheita de Alho-Francês

AMORAS SILVESTRES
Estas amoras não são das hortas dos meus pais pois nascem espontaneamente em lugares soltos da natureza transmontana. Ao colher estas Amoras Silvestres fez lembrar os tempos de criança em que se perdia as tardes de Verão a colher este tipo de amoras e a come-las diretamente das silvas (amoreira-silvestre). As amoras silvestres são o fruto de arbustos dominados de amoreiras silvestres mas que vulgarmente são chamadas de silvas (em Trás-os-Montes). Esta colheita deu origem a um belo e delicioso Doce de Amoras Silvestres;
Colheita de Amoras Silvestres

BATATAS
Estas batatas foram as últimas a serem plantadas (Maio) e a serem colhidas (Setembro). Foi uma bela colheita de batatas e uma manhã de sábado de muito trabalho mas muito gratificante e compensador.
Colheita de Batatas

BERINJELAS
Estas Plantas de Berinjela foram semeadas em Lisboa no kit de sementeira e transplantadas nos princípios de Maio para Trás-os-Montes. As geadas são muito rigorosas e só é possível plantar estas hortaliças nas hortas em Maio. Mas felizmente durante o Verão as temperaturas são ótimas para as Berinjelas se desenvolver normalmente.
Colheita de Berinjelas

BETERRABA
Esta beterraba está um pouco fissurada devido as pedras que estão junto do solo. Relativamente ao tamanho possui aproximadamente 10 cm de diâmetro e 11 de comprimento. Também fiz está experiência de cultivar Beterrabas num vaso e apresentaram apenas metade do tamanho desta, mas são sementes da mesma variedade. 
Colheita de Beterraba

CENOURAS
Estas Cenouras são da mesma variedade que as Cenouras que cultivei este ano na Mini-Horta Móvel no Terraço, no entanto na horta dos meus pais são maiores e mais grossas: comprimento aproximadamente 20 cm e de diâmetro 4 cm;
Colheita de Cenoura

PIMENTOS
Estes Pimenteiros foram semeados em Lisboa no meu kit de sementeira e transplantados nos princípios de Maio para Trás-os-Montes, as geadas são muito rigorosas e só é possível plantar estas mudas de pimento em Maio. Aqui os Pimenteiros e Pimentos desenvolveram-se melhor que os meus Pimenteiros cultivados na Mini-Horta Móvel no Terraço;
Colheita de Pimento

TOMATE CEREJA
Esta variedade de tomate é muito interessante, pois nasceu sozinha de um ano para o outro. Durante as férias em Julho aproveitei para retirar um rebento e Plantar Tomate por Estaquia num vaso, pois é um processo mais rápido.
Colheita de Tomate-Cereja

SALSA
Este tipo Salsa é da mesma variedade da Salsa cultivada no kit de sementeira e posteriormente transferida para a Horta Vertical na Cozinha. E como é possível observar esta Salsa está gigantesca comparada com as minhas;
Colheita de Salsa

Aqui fica um breve resumo de algumas hortaliças maravilhosas que consegui colher nas hortas dos meus pais em Trás-os-Montes. Muito obrigado a eles por todas estas colheitas, sabedorias, ensinamentos mas principalmente por todo o amor, carinho e dedicação.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...